domingo, agosto 22, 2010

Teias do dia











Só ele começava a entender o significado das coisas para aquela criatura que fazia parte de sua vida... Ela era frágil, forte, no final das contas era alguém especial. Sabendo da tristeza dessa jovem pessoa, ele saiu furtivamente como se fosse ao supermercado e voltou com a renovação gradativa da alegria de sua parceira, na figura de algo marrom, de quatro patas, olhar e faro curioso, batizando o assoalho, com a felicidade que novamente iria adentrar naquela casa.


By Casti


Alinhar ao centro

Google imagem

2 comentários:

denisebondan disse...

MARROM certamente renovou a alegria da frágil mulher !!! Benzeu o assoalho e sua vida ...na simplicidade do amor, reside a sua grandeza.
Lindo blog ! bjo

Denise

Anônimo disse...

Obrigda Denise, seja sempre bem vinda nas teias.

Bj Casti