quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Teia do dia...




















O calendário arrasta as folhas, contratos com o dia... Um movimento contínuo, e empilhados de horas ansiosas, por passar. Forjamos novidades, fingimos tantas coisas que são reais em sonhos... Cuidamos dos dias, como velhos guardiões com enormes e rústicos candeeiros, passando rabo de olho no tempo, que segue inabalável, previsível, e nós, ficamos, na esperança de um tropeço, uma ciranda, uma chegada, um pequeno espaço de momento, que dê passagem para um movimento diversificado, afugentando o tédio...

(Casti)
Photo:
Adilson Faltz

2 comentários:

Maestro Alex disse...

tudo muito bom como sempre...

teiadepalavras disse...

Alex, bem vindo como sempre!!!!